aonda

A Onda

A decisão das urnas pela saída do Reino Unido da União Europeia é uma decisão democrática, cujo referendo foi endossado pelo próprio primeiro-ministro David Cameron, em campanha pela sua reeleição. Vale ressaltar que apesar disso, ele, que é do partido conservador, era contra a saída do bloco europeu.
De acordo com pesquisas mencionadas em sites de notícias no Brasil, os votos decisivos saíram de eleitores mais velhos, menos escolarizados e com menos renda. Já a tendência dos mais jovens, escolarizados e com mais renda era de querer a permanência na União Europeia. É certo também afirmar que muitos dos problemas que levaram a vitória pela saída são reais, como a baixa oferta de empregos e uma tendência de crescimentos de ataques terroristas na Europa.

Continue lendo A Onda

IL-GodLovesUganda_1

Documentários

Uma seleção de bons documentários com temas diversos que vi nos últimos tempos. A maioria deles está disponível ou no Netflix ou no youtube.
(Dis)Honesty – The Truth About Lies (ou (Des)honestidade – A verdade sobre mentiras)
O impacto das mentiras em nossas vidas e na sociedade.

Continue lendo Documentários

89

Machado de dois gumes

Um fato está claro na lava-jato. O Machado que corta Chico também corta Francisco. As novas denúncias provenientes de Sérgio Machado citam diretamente o presidente interino Michel Temer além de envolver velhos e novos partidos, desde PT e PSDB, o sempre PMDB e o novato PCdoB e os tangenciais DEM e PP.

Como um dos jornalistas que mais respeito, Gilberto Dimenstein, afirmou, embora Dilma seja uma das responsáveis pela quebra do país, não foi ainda citada diretamente. É fato, mas isso não a isola de seu partido e de políticos próximos a ela. Então o problema é mais complexo do que parece. Continue lendo Machado de dois gumes

gato1

Depois de uma semana

Passei praticamente uma semana sem acesso à internet, viajando a trabalho em uma aldeia indígena no interior de Rondônia. Minha viagem começou bem no dia da votação no Senado que tiraria a presidente Dilma do comando da nação. Claro que, mesmo a dezenas de quilômetros de uma torre de telefone a gente ficava sabendo algumas coisas como: mudaram a logo do governo (mais do que esperado), a Cultura não tem mais ministério (duvidei seriamente da informação, mas era engano meu), querem acabar com o SUS (a proposta era um pouco mais discreta que essa) e vão extinguir o Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA (imaginava que isso ia acontecer, mas torcia para não haver tamanho disparate). Continue lendo Depois de uma semana

08-03-2014_0d0a3c008eddb4a (1)

Para todas elas

Mais do que uma data comercial ou de homenagem, o dia 08 de março é um dia de mobilização em favor da mulher, não só por mais igualdade no trabalho, mas também por mais respeito e dignidade às mulheres. Todas elas.

É bonitinho, mas simplórias, ou melhor, muitas vezes pavorosas, as comemorações a este dia com flores e bombons, ressaltando como são belas e úteis a sociedade. Quando na verdade, nos outros dias do ano as constatações são de que no Brasil, a cada sete minutos há uma denúncia de violência contra mulher (segundo dados do Estadão do dia 07/03/2016). E que na grande maioria dos casos, os agressores são familiares, parceiros ou ex-parceiros. E que o feminicídio vem aumentando e que a grande maioria das vítimas são negras, como aponta o Mapa da Violência 2015 – Homicídio de mulheres no Brasil. Continue lendo Para todas elas

matrix1

Vidinha qualquer

Ufa! Acabou o Carnaval. Precisamos de uma trégua. Sabe como é: depois da maratona de fim de ano com presentes de Natal, viagem no Ano Novo, IPVA, matrícula das crianças, material escolar, essa semana de folia rapa a nossa conta bancária e os limites do cartão de crédito. Temos 40 dias para descansar, porque logo, logo a Páscoa está aí e ficamos sabendo que os preços estarão mais altos que os do ano passado. Maldito governo! Continue lendo Vidinha qualquer

cabelos

E chega!

Aí um dia desses, você está almoçando, a TV ligada, por acaso, no programa Encontros, da Fátima Bernardes. Não dá para ouvir direito e nem me preocupo, porque não sou muito ligado em programas de variedades.

Mas…

Aparece na tela um cantor negro, chamado Rael, com longas tranças se apresentando no programa. Um colega, para quem já dei carona duas vezes, faz o seguinte comentário para mim: “Não é coisa de racista, não, mas macaco, pelo menos toma banho”. Continue lendo E chega!