Arquivo da tag: consumo

fb_20150101_09_04_28_saved_picture

Se 2016 foi ruim; 2017, então…

Não quero ser dramático ou levianamente pessimista, mas se você não gostou deste ano que está terminando, lamento dizer que 2017 não será muito diferente. Celebridades que você gosta irão morrer, casais perfeitos seguirão vidas independentes, tragédias coletivas irão ocorrer, políticos serão acusados de corrupção, parlamentares aprovarão medidas impopulares. Em escala mundial conflitos armados deixarão populações em situação de extrema vulnerabilidade. E preparem-se, em janeiro mesmo — época de muita chuva — já temos grandes chances de termos casos dramáticos no Brasil.
Puxa vida, Essa minha previsão para o ano novo está muito parecida com o que aconteceu em 2016, não é? Ou 2015, ou 2014, ou 2013… Continue lendo Se 2016 foi ruim; 2017, então…

_canseideserfeliz

Cansei de ser feliz, eu quero é ter razão! Ou por que decidi deixar de ser endividado

A frase original, que já ouvi em uma palestra do TED e de um recém-amigo do Facebook, é ao contrário e se referia em como eles deixaram de entrar em discussões desnecessárias com suas esposas. Não sei se de fato eles aplicam o que dizem ou se é apenas um trocadilho para dizer que felicidade e razão não andam juntas. Sei lá.
O que sei é que alguns conceitos megalomaníacos como ser feliz ou mudar o mundo sempre me incomodaram. Primeiro porque é impossível ser feliz embora seja possível a gente ter uma vida com inúmeros momentos felizes. E a maioria daqueles que mudaram o mundo não necessariamente o mudaram para melhor. Eu quero, e às vezes consigo, mudar o meu mundo. Se isso.

Continue lendo Cansei de ser feliz, eu quero é ter razão! Ou por que decidi deixar de ser endividado

desapego-para-viver-melhor

Desapegar não é jogar fora

Não sou muito dado a rituais, aliás tenho pavor de alguns, mas desde que a gente começa a usar aquela expressão para dizer que já tem alguma compreensão de si eu costumo organizar minhas coisas no final do ano. Quando criança começava pelas cartas, bilhetes , cadernos, tinha recordações boas, outras nem sim nem não e lá ia a lembrança pro lixo. Hoje em dia é quase certo que só vai para o lixo ou encaminhado para reciclagem contas em papel, cada vez mais raras por sinal,  e produtos que por acaso quebraram.
Este ano, minha revisitação de coisas que serão lembradas, arquivadas ou dispensadas começou mais cedo. Igual na música que por acaso acabo sempre ouvindo, Tendo a lua, dos Paralamas. “A casa fica bem melhor assim. ” Dito e feito.

Continue lendo Desapegar não é jogar fora

Sobre porcos, diamantes e outras idiossincrasias

Imagine uma pessoa abordada na rua com a seguinte pergunta: – Você come carne de porco? É de se presumir que a resposta seja positiva em grande medida, uma vez que tem boa aceitação no Brasil e é a mais consumida no mundo.

Mas, claro, há exceções para a resposta ser negativa. Se a pessoa não come carne de porco – ou nenhuma outra – por ser vegano ou vegetariano, está tudo bem. Se é por questões religiosas, seja esta pessoa adventista, judeu ou muçulmano, está correto. Até se for um católico que não come carne vermelha durante a quaresma está tudo lindo. Alergia também está no rol das exceções possíveis.

Continue lendo Sobre porcos, diamantes e outras idiossincrasias

IL-GodLovesUganda_1

Documentários

Uma seleção de bons documentários com temas diversos que vi nos últimos tempos. A maioria deles está disponível ou no Netflix ou no youtube.
(Dis)Honesty – The Truth About Lies (ou (Des)honestidade – A verdade sobre mentiras)
O impacto das mentiras em nossas vidas e na sociedade.

Continue lendo Documentários

fdf

Documentário mostra o que há por trás da indústria da moda

A indústria da moda, uma das que mais emprega gente no mundo é também a segunda mais poluente. Esta é uma das afirmações do documentário “The True Cost”, de Andrew Morgan, disponível no Netflix, que mira nas empresas de moda de “consumo rápido” e suas consequências socioambientais.

O ponto de partida é o desmoronamento de um prédio em Bangladesh onde funcionavam fábricas de roupas, que levou a morte de 1.134 funcionários que trabalhavam em condições subumanas. Continue lendo Documentário mostra o que há por trás da indústria da moda