Arquivo da tag: netflix

o-roubo-da-taca-netflix

Uma eficiente comédia de erros à brasileira

Comédia de erro é um subgênero que sempre anda no limite entre o ridículo e o non-sense. Quando bem feito, é sempre um deleite para quem assiste. Para exemplificar, nada melhor que citar os especialistas nesse tipo de humor, os Irmãos Coen. Quase todas as suas obras, mesmo as mais sérias, bebem dessa fonte, mas vou ficar com as três que considero mais escrachadas Queime Depois de Ler, Arizona Nunca Mais e Fargo.
Quando surgiram as primeiras críticas sobre O Roubo da Taça, coproduzida pela Netflix, que enquadravam o filme neste formato fiquei curioso. Mas o tema “futebol”, nunca foi dos meus fortes. A curiosidade falou mais alto e… que filme eficiente. Sem dúvidas uma das grandes comédias do cinema brasileiro.

Continue lendo Uma eficiente comédia de erros à brasileira

496aea_78b2277a0f874aa8aa64860a5518298f-mv2

Os melhores (e piores) filmes que vi em 2016

Foram cerca de 150 filmes vistos no ano passado, além de diversas séries das quais destaco Sherlock, Mr. Robot, Better Call Saul, American Crime History e Black Mirror. Como faço há dez anos, listo os principais filmes que vi pela primeira vez (independente do ano de lançamento), dividido em quatro categorias: melhores, piores, surpresas e decepções. Os melhores e piores são óbvios, mas as surpresas são filmes que me surpreenderam positivamente ou que são filmes independentes que valem a pena ser vistos. Do outro lado, as decepções são aquelas que acreditei no potencial do diretor, elenco ou roteiro, mas o resultado foi muito aquém do previsto.

A seleção está em ordem alfabética, mas menciono que assisti vários filmes indianos e um deles está listado aqui. O cinema brasileiro me decepcionou um pouco e, definitivamente, o excesso de filmes baseados em HQs ou games estão saturando. Como toda lista é autoritária, ficaram de fora dois filmes que gostei e entrariam em 11º e 12º das surpresas: Doutor Estranho e a versão feminina de Caça-Fantasmas.

Melhores

1. A Bruxa (Robert Eggers, Brasil/Canadá/Reino Unido/EUA, 2015)
2. A viagem do capitão Tornado (Ettore Scola, França/Itália, 1990)
3. Beasts of no nation (Cary Joji Fukunaga, EUA, 2015)
4. Caminho da liberdade (Peter Weir, EUA, 2010)
5. Homem Irracional (Woody Allen, EUA, 2015)
6. O Lagosta (Yorgos Lanthimos, Grécia/Reino Unido/Irlanda do Norte, 2015)
7. Os 8 odiados (Quentim Tarantino, EUA, 2015)
8. Spotlight – Segredos Revelados (Tom McCarthy, EUA, 2016)
9. Umrika (Prashant Nair, Índia, 2015)
10. Vício Inerente (Paul Thomas Anderson, EUA, 2015)

A viagem do capitão Tornado é uma obra-prima

Surpresas

1. As Bruxas de Zugarramurdi (Álex de la Iglesia, Espanha, 2013)
2. Bem-vindo a Marly-Gomont (Julien Rambaldi, França, 2016)
3. Homem na parede (Evgeny Ruman, Israel, 2015)
4. Magia ao luar (Woody Allen, EUA, 2014)
5. O fantástico Sr. Raposo (Wes Anderson, EUA, 2009)
6. O presente (Joel Edgerton, EUA, 2015)
7. Pequena Miss Sunshine (Jonathan Dayton/ Valerie Faris, EUA, 2006)
8. Procura-se um amigo para o fim do mundo (Lorene Scafaria, EUA, 2012)
9. Uma viagem extraordinária (Jean-Pierre Jeunet, França/Canadá, 2014)
10. Rogue One: Uma História Star Wars (Gareth Edwards, EUA, 2016)

Decepções

1. 007 contra Spectre (Sam Mendes, EUA, 2015)
2. Batman vs Superman – A origem da Justiça (Zack Snyder, EUA, 2016)
3. Capitão América – Guerra Civil (Anthony Russo / Joe Russo, EUA, 2016)
4. Deuses do Egito (Alex Proyas, Austrália/EUA, 2016)
5. Esquadrão Suicida (David Ayer, EUA, 2016)
6. O Regresso (Alejandro G. Iñárritu, EUA, 2016)
7. O som ao redor (Kleber Mendonça Filho, Brasil, 2013)
8. Sicario – Terra de ninguém (Denis Villeneuve, EUA, 2015)
9. Warcraft – O primeiro encontro entre dois mundos (Duncan Jones, EUA, 2016)
10. X-Men: Apocalipse (Bryan Singer, EUA, 2016)

Piores

1. Ben-Hur (Timur Bekmambetov, EUA, 2016)
2. Caçadores de emoção – Além do limite (Ericson Core, EUA, 2015)
3. Canibais (Eli Roth, EUA, 2014)
4. Carga Explosiva – O Legado (Camille Delamarre, França/China, 2015)
5. Fúria (Paco Cabezas, EUA, 2014)
6. Independence Day – O ressurgimento (Roland Emmerich, EUA, 2016)
7. Love (Gaspar Noé, EUA/França, 2015)
8. O destino de Júpiter (Lana Wachowski / Lilly Wachowski, EUA, 2015)
9. O franco atirador (Pierre Morel, EUA, 2015)
10. Red Tails (Anthony Hemingway, EUA, 2012)
IL-GodLovesUganda_1

Documentários

Uma seleção de bons documentários com temas diversos que vi nos últimos tempos. A maioria deles está disponível ou no Netflix ou no youtube.
(Dis)Honesty – The Truth About Lies (ou (Des)honestidade – A verdade sobre mentiras)
O impacto das mentiras em nossas vidas e na sociedade.

Continue lendo Documentários

fdf

Documentário mostra o que há por trás da indústria da moda

A indústria da moda, uma das que mais emprega gente no mundo é também a segunda mais poluente. Esta é uma das afirmações do documentário “The True Cost”, de Andrew Morgan, disponível no Netflix, que mira nas empresas de moda de “consumo rápido” e suas consequências socioambientais.

O ponto de partida é o desmoronamento de um prédio em Bangladesh onde funcionavam fábricas de roupas, que levou a morte de 1.134 funcionários que trabalhavam em condições subumanas. Continue lendo Documentário mostra o que há por trás da indústria da moda